terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Alguém se habilita?

Atenção para as vagas de emprego disponiveis neste início de ano: vendedor, balconista, operador de telemarketing, técnico do Vasco...opa! Técnico do Vasco? Sim, pois é. A demissão de PC Gusmão deixou o cargo de treinador de um dos maiores clubes do país vago. Segundo a diretoria cruzmaltina, devem constar no perfil do candidato experiência e liderança. Alguém se habilita? Parece brincadeira, mas muitos técnicos pensam duas vezes antes de aceitar a proposta, mesmo sendo do Vasco. A pressão por resultados é grande por parte de dirigentes - principalmente da oposição - e torcedores do clube. O time não é ruim, mas não permite almejar grandes conquistas. O ambiente conturbado é outro grande desafio. As maiores estrelas do time, Carlos Alberto e Felipe, seguem afastados e caberá ao novo comandante definir o futuro dos jogadores. Dinheiro para grandes contratações? Não tem. Garantia de salários em dia? Não há. Estrutura e condições ideais de trabalho? Esquece. Fato é que assumir o Vasco no atual momento não é garantia de sucesso, tampouco estabilidade. Por outro lado, a repercussão de uma possível recuperação, como o Botafogo de Joel Santana no ano passado, elevaria o moral e valorizaria qualquer profissional. O nome de Ricardo Gomes, mais comentado no momento em São Januário, não empolga. Mas é o que o mercado oferece e pode sim dar certo. Ricardo busca renascer, reaparecer, ser reconhecido novamente. Exatamente como o Clube de Regatas Vasco da Gama.

Um pouco mais: parabéns ao Fluminense pela contratação de Natália Falavigna, medalhista de bronze no Takwendo em Pequim. É interessante os grandes clubes cariocas investirem em esportes olímpicos e fundamental para o Brasil, que sonha ser potência em outros modalidades além do futebol. Talento nós temos de sobra. Falta incentivo...